CordVida dá dicas para o leite aumentar

O leite da mamãe contém todos os ingredientes necessários para o crescimento infantil, sem contar que o ato reforça o vínculo afetivo entre a mãe e o filho.

Algumas mulheres podem apresentar certas dificuldades no momento da amamentação, mas apenas 1% delas possuem disfunções orgânicas que impedem de amamentar. Para evitar isso e aumentar a produção de leite, siga algumas dicas da Dra. Ana Lúcia Dias.
Não se estresse
– Ninguém é de ferro, mas na hora de alimentar o bebê é preciso relaxar, pois a liberação do leite depende dos estímulos físicos sofridos pela mãe, como o ato de sucção do mamilo pelo bebê, e emocionais.

Observe os intervalos entre as mamadas

– É importante ter horários certos para a amamentação, as crianças são metódicas e se sentem mais seguras quando a programação é mantida. Estimule a duração, caso contrário o pequeno pode não sugar o suficiente e adormecer de barriga vazia. A prática estimula a lactação e ajuda a criança a criar seu ritmo.

Use roupas apropriadas
– Vestimentas apertadas devem ser evitadas, dando-se preferência aos sutiãs que sustentam com conforto. Pois durante a gestação os níveis de estrógeno e progesterona fazem crescer de forma significativa pela gordura depositada e pelo aumento dos ductos lactíferos.

Divirta-se com a criança

– O simples fato de a mãe brincar com o bebê já favorece a produção de leite. A criança reconhece sua progenitora e o corpo materno também percebe e reconhece a necessidade de alimentar sua cria.

Fácil mamãe? Agora basta seguir as dicas e fazer desse momento um dos mais agradáveis junto ao seu pequeno.

Fonte: Revista Moterlife
Fonte imagem: Not1

Posted in Uncategorized | Leave a comment

Alguns alimentos podem ser perigosos para o seu filho!

Após seis meses de vida o bebê já pode consumir novos alimentos e aos poucos vai trocando o leite materno por um cardápio variado. No entanto alguns alimentos não podem ser consumidos sem supervisão e outros são até mesmo perigosos.

A Cordvidamostra quais alimentos precisam de alguns cuidados seu, mamãe:

Alimentos com risco de engasgo:

– Pique a comida do bebê em pedaços pequenos. Na salada, pique ou rale a cenoura, beterraba ou erva-doce, ou então cozinhe primeiro. Frutas pequenas como uvas devem ser cortadas em quatro, assim como os tomates-cereja. Já os queijos e carnes devem ser cortados em pedaços miúdos. Quando a criança for comer, não a deixe correr ou brincar, pois o risco de engasgo é maior

Alimentos moles e grudentos
– Chicletes, balas e outros doces, podem ficar presos na garganta do bebê, por isso é melhor evitá-los. No caso de docinhos, ensine a criança a mordê-los, em vez de enfiar tudo na boca de uma só vez.

De olho nas alergias:
– Alguns alimentos podem causar reações alérgicas, portanto os médicos dão instruções para que as mamães esperem até 1 ano para dar pela primeira vez alimentos como clara de ovo e frutas vermelhas. Alguns estudos não comprovam que esses alimentos são totalmente propícios a criar a alergia, mas a criança maior, poderá se expressar melhor caso esteja sentindo alguma coisa diferente.

O pediatra pode sugerir o que você dará ao bebê e qual o período correto para que ele conheça novos alimentos.

Fonte: Revista Materlife
Fonte imagem: Bebê Comida

Posted in Dúvidas | Leave a comment

A festinha de um ano chegou!

A primeira festinha do bebê é a mais especial, costuma ser onde a mamãe quer todos presentes e busca os melhores preparativos para que a data seja inesquecível. É um momento que vale a pena ser comemorado!

A confraternização é ótima para reunir os parentes e aproveitar o momento do bebê com todos! Pode ser uma grande festa em um buffet infantil ou algo feito em casa, o que não pode é passar em branco.
Uma coisas importante, capaz de animar e dar toda magia a festa é a decoração! Veja algumas dicas para fazer da primeira festinha do pequeno, um evento memorável:
Temas: o tema varia, normalmente, entre motivos para meninas ou para meninos. No caso das meninas, princesas como Cinderela, Branca de Neve ou personagens da Disney são os mais comuns e mais fáceis de serem encontrados. Já os meninos podem se divertir com temas como personagens de desenhos animados e o circo, que é uma das opções mais interativas para todos os convidados.
Convite: pode ser personalizado com o tema escolhido, que já coloca deixa os convidados no clima da festa. Não se esqueça de colocar data, local e a idade do bebê.
Lembrancinha: que tal você mesma montar a lembrancinha, mamãe? Seja criativa, compre pincéis e guache e mão na massa. Caixinhas com ilustrações do tema recheadas de doces são uma boa opção.
Cardápio da festa: elabore um cardápio infantil, com doces, crepes e suco de frutas. Para os adultos prepare um jantar e outras bebidas.
Agora é só caprichar e começar a festejar com as dicas da CordVida.
Fonte imagem: JC
Posted in Dúvidas | Leave a comment

Sintomas e cuidados com o que causa a depressão pós-parto

O período de gravidez é um período delicado, que tem ser tratado com paciência e muito carinho com as mamães.

Depois que o bebê nasce, as mulheres podem ficar sensíveis e ter a famosa depressão pós parto.

A CordVida mostra alguns cuidados para que vocês, mamães, saibam como agir, caso isso ocorra.

A depressão pós-parto pode ocorrer por causa dos hormônios, que disparam os sintomas como:

– Cansaço após o parto e sono irregular;

– Ter sentimentos de perda de identidade;

– Inquietação e tristeza;

– Falta de energia.

Esses sentimentos podem ficar por curto tempo em algumas mulheres, mas caso isso permaneça é necessário procurar um tratamento para que não se agrave no relacionamento com seu bebê.

Mamães, não se preocupem, com o tratamento esses sintomas irão passar e ir embora de vez!

o tratamento dependerá da gravidade dos sintomas que a mulher estiver sentindo. O seu médico poderá receitar desde medicamentos até entrar grupos de suporte para conversar com outras mulheres.

Cuide de você mesma primeiro para poder passar bons momentos com o seu bebê!

Fonte: Copacabana Runners

Fonte imagem: A Minha Gravidez

Posted in Dúvidas | Leave a comment

Peso e Altura – Acompanhe o desenvolvimento do bebê


Desde o ultrassom, as mamães já se preocupam com o desenvolvimento do bebê. O ganho de peso e o crescimento são observados atentamente.

Após o nascimento, a insegurança continua. É preciso ficar atento e realizar visitas mensais ao pediatra, a fim de acompanhar o desenvolvimento do pequeno, tanto na estatura quanto no ganho peso.

Ao levar o bebê no médico, será registrada uma “Curva de Crescimento”, baseada em características genéticas e em hábitos alimentares próprios.
A amamentação, a introdução de alimentos no momento certo e todos os tipos de cuidados que citamos aqui, no Blog da CordVida, são essenciais para um crescimento saudável. Cada bebê tem o seu modo e tempo de desenvolvimento, porém abaixo temos uma tabela que indica a média de altura e peso de acordo com a idade. Em caso de dúvida, consulte o pediatra:


Fonte: Conhecendo seu bebê
Fonte imagem: Berço para bebê

Posted in Uncategorized | Leave a comment

CordVida – Transplantes de sangue do cordão x transplantes de medula


As células-tronco do sangue do cordão apresentam algumas vantagens sobre as da medula óssea.

A CordVida explica:

– As células-tronco do sangue do cordão umbilical são menos imunorreativas, exigindo um grau menor de compatibilidade para o sucesso do transplante;

– A probabilidade de rejeição é menor do que a das células-tronco alogênicas da medula;

– As células-tronco do sangue do cordão não foram expostas a fatores ambientais que podem comprometer sua viabilidade, ao contrário das células-tronco da medula óssea de um adulto;

– A obtenção de células-tronco do sangue do cordão é simples, não invasiva e não envolve anestesia geral, como a da medula óssea;

– As células-tronco do sangue do cordão ficam criopreservadas em tanques de nitrogênio líquido e, portanto, estarão disponíveis imediatamente em caso de necessidade.

Mamãe, agora que você já sabe a diferença, venha conhecer nossos serviços e continue se atualizando sobre os benefícios do armazenamento das células-tronco pelo nosso blog!

Posted in Uncategorized | Leave a comment

O amor pelos bebês é explicado pela ciência


Um dos elos mais forte da natureza, sem nenhuma dúvida, é o que existe entre pais e filhos. Quantos romances já deram certo e depois acabaram? Quantos amigos já tivemos e hoje não sabemos nem por onde andam? Pois bem, a relação que se estabelece já nas primeiras semanas de vida do pequeno, essa sim, irá durar para sempre.

A questão desse amor, que não é cultural nem intelectual, é um componente básico na formação de todo ser humano, principalmente na família onde os laços são ainda mais fortes.

Conforme pesquisas que são realizadas há anos, os especialistas vêm descobrindo detalhes fascinantes, por isso não se surpreenda em amar o bebê mesmo antes de ele nascer. Os hormônios que circulam pelo corpo da mulher ficam mais potentes a cada semana de gestação e ajudam a alimentar a conexão com o bebê.

À medida em que a data do parto se aproxima, o cérebro começa a produzir cada vez mais oxitocina, um hormônio que literalmente auxilia a trazer à tona a “mãe” que está dentro de você.

A oxitocina é responsável por amenizar a sensação de estresse e também pela criação da enorme vontade de ver o recém-nascido. Este hormônio tem sido assunto de diversos trabalhos científicos muito sérios.

A psicóloga Emma Adam, da Universidade Northwestern, nos EUA, diz que é impossível “estragar” um bebê com amor e afeto. Quando se conforta um filho, o que ocorre na realidade é a construção de uma base de confiança que vai durar a vida toda.

A CordVida acredita no pensamento de Emma e nossos serviços e dicas diárias são exatamente para que você tenha sempre os melhores momentos nessa fase maravilhosa de sua vida!

Fonte: Revista Materlife
Fonte imagem: Blog

Posted in Uncategorized | Leave a comment